sexta-feira, 25 de maio de 2018

Bom dia

Amo muito as cores, a diversidade das flores e o canto dos pássaros.
Um bom fim de semana para todos vocês.

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Bom dia


Só depende de você a beleza que este mundo pode ter.
Vemos nesta foto porcelanas finas ou serão peças compradas em lojas populares?
Acredite, o que importa é o sabor do café...

terça-feira, 22 de maio de 2018

Bom dia

Qual animal faz parte do seu núcleo familiar?

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Bom dia


Simplicidade, espontaneidade, humildade, ausência de luxo, clareza, despojamento, modéstia, austeridade, frugalidade, descomplicado, sinceridade... Estes são os valores que eu busco.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Bom dia

Nesta minha nova fase eu tenho priorizado a comida de verdade, aquela feita em casa. Sem conservantes ou ingredientes desconhecidos. E experimentando o novo. Amei este bolo e pode fazer porque a receita não tem erro.


Bolo de fubá grosso com calda de laranja

INGREDIENTES
1 copo de medida requeijão de fubá
1 copo de medida requeijão de farinha de trigo
4 ovos
1 copo de açúcar
1 copo de óleo
1 copo de caldo de laranja
1 colher (sopa) de fermento em pó

CALDA de LARANJA
1¹/² copo de suco de laranja
1 xícara de açúcar
1 colher de amido de milho

MODO DE PREPARO

BOLO
Bater tudo em batedeira até ficar uma massa homogênea (Comecei com os líquidos e o açúcar, misturei os secos e posteriormente coloquei o fermento). Misturar bem levando ao forno pré-aquecido em assadeira untada e enfarinhada.
CALDA de LARANJA
Levar ao fogo suco de laranja mais o açúcar. Deixando ferver por aproximadamente 10min. em fogo alto. Dissolver o amido de milho com 3 colheres de sopa de água despejando ao caldo que estará em fogo baixo (pós os 10min) e continuar mexendo até engrossar, assim, poderá ser desligado o fogo. Está pronta a calda, podendo ser despejado ao bolo.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Bom dia


Com quem você dividiria um café hoje?

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Agora a notícia é verdadeira: eu estou voltando






Só quem partiu pode voltar
E eu voltei prá te contar
Dos caminhos onde andei
Fiz do riso amargo pranto
No olhar sempre teus olhos
No peito aberto uma canção